15 de maio de 2019

Dez Anos em Dez Ensaios - Biblioteca Corujesca de Crítica Literária


Um tempo atrás, comentei em algum lugar o quanto gostava de livros de crítica literária, e recebi pedidos de falar sobre o assunto. Anotei na minha caderneta de pautas, mas deixei a ideia passar no meio de outras questões. Tempos depois, conversando com a Fernanda, do blog The Bookworm Scientist, comentei sobre o tanto que estava lendo de livros que falavam sobre livros e sobre o processo de escrever outros livros (não fiquem confusos!). Ela, então, disse algo como “você bem que podia escrever um resumo dessa biblioteca para dar uma ideia do que existe por aí”.


____________________________________

 
4 de maio de 2019

Dez Anos em Dez Ensaios - Duplo Código: Adicionando Camadas de Interpretação à 'A Abadia de Northanger'

Vista da Pulteney Bridge em Bath. Acervo pessoal.

Uma característica marcante de vários dos meus escritores e livros favoritos é a presença de alusões a obras ou fatos históricos, qualquer pequena brincadeira que me passasse a impressão de estar compartilhando um segredo com o autor - uma piscadela de olho, por assim dizer. Chamava isso de ‘palavras cruzadas literárias’, ao menos até descobrir, lendo um ensaio do Umberto Eco no livro Confissões de um Jovem Romancista, que isso se tratava de uma técnica pós-moderna chamada ‘ironia intertextual’. Nas palavras dele, explica-se tal recurso como “citações diretas de outros textos famosos ou referências mais ou menos transparentes a eles”, frequentemente associada à metarrativa, “reflexões que o texto faz acerca de sua própria natureza, quando o autor fala direto ao leitor”.


____________________________________

 

Aniversário do Coruja! Uma Década Voando por Aí...


Lulu: Há dez anos, eu estava numa aula de filosofia do direito, observando meu professor divagar com o olhar fixo na parede do fundo da sala. Era uma das poucas aulas que eu tinha à noite e não posso dizer que estava completamente acordada - quem me conhece sabe que sou daquelas que funciona melhor com luz do dia, acostumada a acordar e dormir cedo.

Ísis: O completo oposto de mim, que trabalho/funciono/respiro/existo melhor à noite.


____________________________________

 
3 de maio de 2019

Desafio Retratos Literários 2019: Seduzidos pelas Capas


Agora em abril rolou lá pelo instagram o desafio Retratos Literários, que organizo, já pelo terceiro ano, com a Tábata, do Randomicidades. Foi o mês inteiro de fotografias de livros, gente compartilhando suas leituras, comentando e trocando figurinhas. É bem divertido, tanto pelas interações e novos títulos descobertos quanto pelas tentativas de fazer algo diferente com cada foto, buscando referências de objetos e ambiente quando possível.


____________________________________

 
30 de abril de 2019

Desafio Corujesco 2019 - Um Livro com Adaptação a ser Lançada esse Ano || Mulherzinhas


Era mesmo um lindo quadrinho, porque as irmãs estavam sentadas juntas, na penumbra daquele recesso, com sol e sombra bruxuleando sobre elas, o perfumado vento a despentear-lhes os cabelos e a refrescar-lhes as faces coradas, e toda a pequena população do bosque prosseguia com suas atividades, como se elas não fossem estranhas, mas velhas amigas. Meg estava sentada em sua almofada, costurando delicadamente com suas mãos brancas, cheia de frescor, doce como uma rosa, com seu vestido cor-de-rosa no meio do verde. Beth separava as pinhas que se acumulavam debaixo de um grande pinheiro próximo, porque fazia coisas bonitas com elas. Amy desenhava um grupo de avencas e Jo tricotava e lia em voz alta, ao mesmo tempo. Uma sombra passou pelo rosto do rapaz, ao observá-las, sentindo que devia ir embora, porque não fora convidado; mas permaneceu ali, porque sua casa lhe parecia muito solitária e aquele tranquilo grupo no bosque era extremamente atraente para seu espírito inquieto.

Embora o novo filme ainda não tenha estreado, permitindo-me comparações com o livro, escolhi Mulherzinhas para o tema do mês no Desafio Corujesco porque tinha de lê-lo de qualquer maneira para o debate do clube do livro de bolso (que também foi agora em abril). Engraçado que tinha praticamente certeza de que apenas assistira a adaptação de 1994, com Winona Ryder no papel de Jo March, mas descobri que já tinha até escrito resenha do livro cá no blog, em 2013... exceto que naquela ocasião, simplesmente detestei a história. Seis anos depois, minha reação a ela foi completamente diferente.


____________________________________

 
27 de abril de 2019

A Vertigem das Listas: Dez (outras) Coisas para Fazer antes de Morrer


Ísis: Olá, gente! Bem-vindos de volta ao Vertigem das Listas, edições de aniversário. Lembrando que esse ano todas as listas terão dez itens, e terão sempre temas anteriormente feitos, mas com indicações diferentes daquelas apresentadas nas respectivas edições originais.

Lulu: Eu tô achando graça no fato de que explicamos a história de novo todo mês…


____________________________________

 

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog