22 de dezembro de 2010

Fechado para Balanço: Vida de Leitora

Ano passado, li um post no blog da Tia Batata que me fez decidir manter uma lista esse ano de tudo o que eu lia. Queria poder ser capaz de chegar em dezembro e dizer quais tinham sido os livros que mais tinham me marcado em 2010; o que cada um deles significara para mim.

No final das contas, eu tive uma lista que confirma algo que sempre soube: sou uma irreparável, incorrígivel bibliômana e, quanto mais ocupada e sem tempo estou, mais leio livros que não têm nada a ver com o que está me ocupando.

Foram 189 livros em 2010. Até agora.


Meus meses recordistas de leitura foram agosto - quando eu estava arrancando cabelos com o final das aulas da pós e provas - e novembro - quando estava surtando em terminar a monografia. Respectivamente, foram 30 e 27 livros, em sua maioria romances açucarados sem quaisquer grandes preocupações com plots narrativos.

Fora isso, o autor que mais li foi a Julia Quinn (por causa do clube de leitura que mantenho com a Flávia), com 14 títulos, seguida de Neil Gaiman, com 12 títulos, empatado com Lisa Kleypas. Manguel e Calvino aparecem pouco depois, com seis volumes cada, seguidos de Eco, Shakespeare, T.H.White, Naomi Novik e James Owen, cada um com cinco.

No total, 54% foram livros impressos e os 46% restantes foram e-books. A pessoa que mais influenciou nas minhas leituras foi a Ísis, que entre presentes e empréstimos, me fez ler 14 livros (não contando os mangás...). Dezesseis livros tinham por assunto livros, sendo quatro de ficção, um do Harold Bloom e os outros divididos entre Eco e Manguel.

O mais importante, contudo, segue agora (que foi o inteiro propósito dessa listagem, no final das contas...):


Top 10 2010

1. O Dia do Curinga (Jostein Gaarder)
2. O Dragão de sua majestade (Naomi Novik)
3. Tales from the perilous realms (J. R. R. Tolkien)
4. Uma história da leitura (Alberto Manguel)
5. The Indigo King (James A. Owen)
6. Lud-in-the-mist (Hope Mirrlees)
7. Coração de Tinta (Cornelia Funke)
8. O Mundo do Fim do Mundo (Luís Sepúlveda)
9. The Forest of Hands and Teeth (Carrie Ryan)
10. O cavaleiro imperfeito (T.H.White)


Todos eles estão devidamente resenhados, é claro, e seguindo os links, vocês descobrirão os motivos pelos quais eles se tornaram os meus favoritos do ano. Uma lista bem eclética, não? Estou orgulhosa dela.

Me pergunto como será a lista de 2011...



A Coruja


Arquivado em

____________________________________

 

4 comentários:

  1. Como assim 189 livros? =O

    Eu sabia que tu lia muito, mas não tinha NOÇÃO do que isso realmente queria dizer... Meu Deus... 189 livros...

    E eu vou tentar ler alguns desses top 10! =D Se forem todos no nível de O Dia do Curinga, vai valer a pena. ^^

    ResponderExcluir
  2. Uau!

    Você lê bastante, hein, mocinha? Eu também leio, e se tivesse um blog antes, até poderia competir com você... Brincadeiras à parte, adorei seu top 10 e mal posso esperar pelo de 2011!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Lu, quando eu crescer, quero ser igual a você! Como você lê! 189 livros? É mais ou menos um livro a cada dois dias, haha.

    "O Dia do Curinga" também estaria no meu top 2010 em primeiro lugar! Amei demais! :)

    O segundo lugar, da Naomi Novik, é um livro que estava curiosa para ler. Vou ver se faço isso ano que vem! =)

    Aproveitando o comentário, feliz Natal para você e para sua família!

    Beeeijos!

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog