15 de dezembro de 2019

Empilhando no Escaninho #38 (Os Links da Coruja)


Faz um tempinho que eu não publico minhas tradicionais listas de links, não é verdade? Na verdade, faz um tempo que não publico nada cá no blog - vou tratar do assunto em outro post - mas estou de volta.

A despeito do fato de não ter publicado o empilhando desde... abril (caramba, faz muito tempo mesmo...), não parei de colecionar links que desejava compartilhar com vocês... Não vai dar para publicar tudo de uma vez porque tenho um verdadeiro acúmulo de coisinhas interessantes que guardei aqui, mas isso significa que provavelmente ainda publicarei mais alguns empilhando esse ano. Sendo assim... vamos ao que interessa!

  • Vou começar com um artigo que foi publicado no The Guardian essa semana e que é perfeito para a época do ano: a etiqueta de dar livros de presente. Eu gosto de dar livros de presente e concordo com as ideias apresentadas no artigo: livros não são presentes tão impessoais quanto aparentam e dizem muito da personalidade de quem presenteia. Tenho algumas regras pessoais na forma como escolho os títulos que presenteio: tento sempre dar livros que já li ou cujo autor conheço, mas não tento impor meus gostos pessoais: em vez disso, pesquiso (ou jogo um verde para colher maduro) os gostos do meu presenteado e não escrevo dedicatórias no volume a não ser que a pessoa peça.

  • Do pessoal da Antofágica tem um excelente artigo sobre o legado de A Ilha do Tesouro, de Robert Louis Stevenson. Pessoalmente, A Ilha do Tesouro - e também O Médico e o Monstro - foi um dos livros da minha infância; li na biblioteca do colégio e minha longa fascinação com piratas começou dali... Não à toa, quando fui a Escócia, Stevenson foi um dos autores do qual segui a trilha. A nova edição da editora Antofágica está na minha lista de desejados para uma futura releitura.

  • Tenho quase certeza de que já falei anteriormente do poema The Mushroom Hunters do Neil Gaiman - numa versão ilustrada pelo Chris Riddell -, mas agora dei de cara com uma pequena animação inspirada no poema com narração da Amanda Palmer. Esse poema é poderoso e quantas vezes eu encontrá-lo, em tantas diferentes versões, provavelmente hei de compartilhar.




  • Diferentes processos de escrita de vários autores: descobri o site Writing Routines num artigo do Nexo e achei a ideia bem interessante. Vale à pena dar uma passada de olhos nas entrevistas e artigos do site.


  • Também bem interessante é esse artigo do Book Riot sobre porque os livros têm o formato que têm. Fiquei até tentada a traduzir esse artigo, porque achei o assunto bem curioso, mas a falta de tempo me impediu... enfim, sigo compartilhando os links...




A Coruja


____________________________________

 

3 comentários:

  1. acho que um blog que você ia gostar muito é o momentum saga, da capitã sybylla!

    ResponderExcluir
  2. Ofereço mais um link aos leitores e à Coruja:

    https://www.thediscoverer.com/blog/christmas-traditions-around-the-world/?utm_source=FL&utm_medium=FL14&utm_campaign=1062599327&utm_content=7106976&utm_term=1011351337

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog