3 de julho de 2017

Teatro das Sombras - Contos Fantásticos Além da Imaginação


Não faz muito tempo - uns dois anos talvez - que descobri Ray Bradbury. O que é engraçado, porque Fahrenheit 451 é considerado leitura obrigatória entre os clássicos modernos e estava na minha lista há pelo menos uma década, assim como Algo Sinistro Vem por Aí. Contudo, por motivos que não sei explicar, demorei bastante para afinal dar prioridade a ele e quando o fiz, foi porque Neil Gaiman sempre o colocava como uma de suas mais importantes referências. Fato é que, quando finalmente comecei a ler o autor, não quis mais parar e Bradbury decididamente é um dos nomes dos quais tenho como meta de vida conhecer a bibliografia completa.

Por isso, quando vi Teatro das Sombras - Contos Fantásticos Além da Imaginação, uma obra tributo a Bradbury, ganhar o prêmio Bram Stoker de melhor graphic novel em 2016 e, pouco tempo depois, os quadrinhos serem traduzidos para o português, tive de colocá-lo na lista.

O livro adapta contos de nove autores que homenageiam histórias e conceitos pelos quais Bradbury ficou famoso. De todos eles, eu já conhecia a colaboração do Gaiman, O Homem que esqueceu Ray Bradbury, presente na antologia Alerta de Risco, mas confesso que reencontrá-lo como uma história de quadrinhos deu um sabor muito diferente e muito mais emocional do que quando li o texto puro. Fiquei particularmente cativada por Nas Águas Prateadas do Lago Champlain, do Joe Hill, com seu monstro e suas melancólicas perdas, ecoando o conto O Lago, que li na antologia de Bradbury O País de Outubro; assim como Terra: Uma Loja de Presentes do Charles Yu, que tanto me fez pensar em As Crônicas Marcianas como em Wall-E e Conjuração da Alice Hoffman, que tão bem reproduz o clima de Algo Sinistro Vem por Aí.


Teatro das Sombras é uma bela elegia e justa homenagem a um autor tão imaginativo e prolífico como foi Bradbury. A arte funciona muito bem com os contos; quem conhece a obra original é capaz de entrever a inspiração por trás de cada história e quem não conhece pode perder as referências, mas terá o impacto das narrativas por si só e, esperançosamente, terminará o livro e decidirá que precisa conhecer a bibliografia do Bradbury também. Porque os quadrinhos podem ser um bom aperitivo, mas não esqueçamos do prato principal (estou com mais três livros do Bradbury aqui em casa, qual será o próximo que devo começar a ler?).

Nota:
(de 1 a 5, sendo: 1 – Não Gostei; 2 – Mais ou Menos; 3 – Gostei; 4 – Gostei muito; 5 – Excelente)

Ficha Bibliográfica

Título: Teatro das Sombras - Contos Fantásticos Além da Imaginação
Autor: Vários
Tradução: Luciana Salgado e Helcio de Carvalho
Ilustrações: Vários
Editora: Mythos
Ano: 2017

Onde Comprar

Amazon || Cultura || Saraiva


A Coruja


____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog