3 de abril de 2019

Empilhando no Escaninho #37 (Os Links da Coruja)


Mês de abril começando e eu só consigo pensar nos quinze dias de férias que terei, na viagem para Minas e no chocolate da Páscoa... Caramba, que estou sonhando em comer chocolate (uma gastroenterite nos últimos dias está interferindo com minha capacidade de satisfazer tais desejos)...

Enfim... falta só um mês para o Coruja completar 10 anos! Estou dividida entre a empolgação com tal marco temporal e estressada com os planos que tenho para a comemoração. Cogitando alternativas para não ter um infarto esse mês correndo para dar conta de tudo. Dramaticidade à parte, hoje é dia de compartilhar links legais que andei lendo e colecionando esse último mês e trazer o empilhando pra vocês sempre me deixa bastante satisfeita! Vamos a eles então!

  • Começando por Shakespeare, tem esse uma excelente entrevista no Nexo com o crítico Stephen Greenblatt acerca da a atualidade da tirania retratada na obra do bardo (a quem interessar, a matéria está em português). Eu gosto de pensar nossa realidade através da literatura e Shakespeare é um excelente autor para esse tipo de reflexão. Demagogia, líderes autoritários, manipulação das massas... dá para encontrar um pouco de tudo nas peças do bardo. Debate mais necessário do que nunca.

  • Ainda no bardo, um ensaio de Katharine Duckett - autora de uma recente releitura sobre A Tempestade, o Miranda in Milan - sobre o que Shakespeare teria deixado de lado. Embora eu discorde dessa vertente de julgar um autor pelo prisma da sensibilidade moderna e ache que, para a época em que ele escreveu, Shakespeare foi positivamente progressista no que diz às mulheres, ela tem pontos válidos para debater. Em inglês.


  • Falar sobre livros nos torna mais cosmopolitas? Essa é a indagação desse artigo do New York Review of Books. Por que discutimos sobre nossos gostos em livros? O que faz um livro? O que nossa interpretação diz sobre nós? E nossa capacidade de ler em outras línguas? Como o aumento de traduções impacta tudo isso? Várias perguntas interessantes, nada de respostas fáceis. Em inglês.

  • Eu primeiro vi sobre o magnífico "Ancient Mappe of Fairyland, Newly Discovered and Set Forth" no Atlas Obscura e aí duas semanas depois saiu uma matéria em português também no Nexo. Esse 'mapa da terra dos contos de fadas' faz parte da Coleção Histórica de Mapas de David Rumsey, que vem sendo digitalizada desde 1996. Dá para encontrar Perseus e Andromeda, lugares de mágica, outros de dragões, redemoinhos aterrorizantes, castelos sem conta, fadas, leprechauns... Dá para perder horas aumentando a imagem e observando cada detalhe. Fiquei na vontade de colocar esse mapa na parede...


  • Aproveitando o gancho, lá no Tor.com tem um artigo sobre a presença dos mapas nas histórias de fantasia. Esse artigo abre uma série de ensaios sobre o assunto, analisando mapas de várias sagas bastante conhecidas e a importância que eles têm na criação de histórias e na imaginação do leitor. Quero todos os mapas agora...

  • Pessoal do Discworld Brasil traduziu um artigo do Tor.com sobre o Pratchett! O Tao de Sir Terry: Pratchett e Filosofia é um excelente resumo de muitas das ideias que se repetem na obra do autor, que se tornaram características de seu estilo (e que são boa parte do motivo para eu gostar tanto dele).


  • Ainda um pouco de humor: pessoal do Eletric Lit publicou um horóscopo primaveril para escritores (pensamento intrusivo: sempre me perguntei que tipo de currículo os autores de horóscopos do jornal têm...). Para os virginianos, aparentemente essa é uma boa época para revisar e para mergulhar nas minhas reservas de criatividade. Vamos ver o que vem por aí...

  • A BBC publicou esse excelente ensaio sobre como o apocalipse pode ser algo bom, ou ainda, o que os experimentos sociais em distopias apocalípticas nos dizem sobre o futuro da nossa sociedade. Bom material para se pensar sobre nosso futuro se as coisas continuarem andando como estão...




A Coruja


____________________________________

 

Um comentário:

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog