27 de setembro de 2011

Conversas Sobre o Tempo: tudo junto e misturado

Oh, céus, estou ficando biruta...

Faz muito tempo que não escrevo diretamente a vocês, leitores (também conhecidos como ‘os cinco gatos pingados que comentam vez em quando’ – hoje em dia o povo só quer saber de ‘curtir’...). Pode não parecer, mas é verdade – a questão é que deixei uma porrada de posts programados de agosto para setembro e por conseqüência ninguém chegou realmente a notar minha ausência.


Na verdade, faz um tempo que não escrevo nada além de peças processuais e respostas de e-mails. Só final de semana passado eu consegui me sentar para planejar mais ou menos os quinze (QUINZE!) capítulos que faltam para terminar Na sua estante e fechar a lista de resenhas que irão ao ar esse ano.

A verdade é que estive – e ainda estou – muito ocupada. Em parte isso se deve ao fato de que enquanto estive de férias no Rio, o outro advogado com quem eu dividia a responsabilidade dos meus prazos pediu demissão, o que resultou num acúmulo de trabalho para moi. Aí o pessoal do técnico decidiu fazer uma mudança no sistema que usamos, uma mudança que fez o sistema ficar fora de ar por três dias e, por conseqüência, quando voltou, estava com a agenda enlouquecida e meu deus tenho quase uma centena de processos para analisar em uma semana!

A coisa está mais ou menos controlada agora depois de duas semanas surtada, tendo pesadelos com processos se multiplicando em cima de minha mesa até tomar completamente a sala, sufocando-me assim num mar de papel. Estaria melhor se não fosse pelo fato de que a cada dez processos que encerro, me mandem mais vinte e cinco, mas, hei, tenho fé que uma hora isso vai se normalizar.

Ao mesmo tempo, tem acontecido muita coisa legal em que acabei me envolvendo. Recebi dois convites fantásticos – um para essa semana e outro para ano que vem e dos quais vou falar mais depois. Só que, embora eu ame fazer coisas como a que esses convites envolvem, isso significa menos tempo, mercadoria que já anda exígua nesse ninho.

Às vezes acho que deveria tirar férias de mim mesma, mas a verdade é que não sei viver fora desse ritmo frenético de coisas para fazer, resolver, organizar... Se não tenho uma dúzia de responsabilidades para me fazer arrancar os cabelos e manter minha cabeça ocupada, acabo ficando doente.

Não, é sério, eu realmente não sei ficar sem fazer nada, só olhando para o teto (até porque quando olho para o teto tenho idéias como essa). Não se trata de uma hipérbole, exagero de escritor e mentiroso. Eu fico doente toda vez que entro de férias e não arranjo uma ocupação para elas...

Seja como for, independente do acúmulo de prazos, do susto ao voltar para o escritório e de qualquer outra coisa, valeu muito à pena ter passado aquelas duas semanas no Rio. Além de rever e conhecer mais um pouco dessa cidade pela qual me apaixonei à primeira vista, reencontrei alguns amigos muito queridos, conheci outros e voltei com a mala recheada de livros.

Sim, livros! Foram vinte e dois, para ser exata. Vinte e dois novos volumes de aventuras, para me ocupar por bastante tempo...

Pior que eu foi a Carol, que ainda por cima pagou excesso de peso de tanto livro que trouxe...

Mas foi um sonho: soltar Lulu na Bienal do Livro no Rio foi o equivalente a colocar criança numa loja de doce. Eu não sabia para onde olhar primeiro, queria ir em tudo ao mesmo tempo e tinha tanta coisa para ver, tanto para ouvir, tanto para LER!

Bom foi encontrar a turma do JASBRA por lá, quando da palestra da Adriana. Na verdade, foi um tanto hilariante, porque quando cheguei e fui sendo apresentada para o pessoal novo que não estava no encontro do ano passado, na hora em que dizia meu nome, o povo arregalava o olho, já queria tirar foto e comentar as coisas que publico lá no blog.

Claro que, para variar, de início ninguém acreditava que meu sobrenome era meu sobrenome e não um pseudônimo. Não importa que Mr. Darcy use ‘y’em lugar do meu ‘e’ – a pronúncia é a mesma e, por conseqüência, fica todo mundo maluco... eu brinco que vou leiloar meu irmão qualquer dia desses, mas é sério, acho que ganharia uma fortuna se pudesse vender meus parentes masculinos por parte de pai...

Agora, falando em Bienal, Austen e palestra, vamos a duas informações/lembretes importantes.

Primeiro, as inscrições para o III Encontro Nacional do JASBRA estão abertas. O tema esse ano é o Bicentenário de Razão e Sensibilidade. Vamos nos encontrar aqui no Recife entre os dias 12 e 15 de novembro para trocar idéias sobre Austen e sua primeira obra publicada - e, claro, para reencontrar velhos amigos e fazer outros tantos novos.

Então, para fazer sua inscrição, basta preencher esse formulário. Vocês podem encontrar também outras informações sobre o evento aqui.

Além disso, fui convidada pela Martin Claret, que foi responsável pelo Chá com Austen lá no Rio, a proferir uma palestra na Bienal daqui de Recife também. Será no estande da editora, esse sábado, dia 01º de outubro. Ainda não fechou a questão do horário, estou esperando uma comunicação deles, mas deve ser pelo final da tarde. Seja como for, já fica o aviso para quem puder ir.

Quando eu tiver todas as informações certas, o que acredito que será até amanhã, posto de novo o convite oficial aqui e na página do JASBRA.

Fora isso, ainda tem outras novidades... A Tábata, do Happy Batatinha, lançou o Meme Literário 2011 ontem. Participei ano passado e adorei – e é claro que vou participar esse ano também, nem que tenha de me desdobrar em duas para isso.

E vocês? O que estão esperando para participar também?

Agora, mudando completamente de assunto... ainda nem bem me recuperei da viagem para o Rio e já estou de passagens marcadas de novo – só que dessa vez para São Paulo. Eu meio que caí de pára-quedas nessa história: nem estava pensando em nada do tipo até que D. Mãe surgiu dizendo que queria que eu fosse com ela de novo fazer compras (leia-se “carregas as sacolas”) e, bem, quem sou eu para reclamar?

Já marquei de encontrar o Enrique, a Gabi e a Dani e vamos ver se dessa feita consigo pegar a Stephanie também... Quero ir na Cultura da Avenida Paulista – ah, meu Deus, só de pensar, já sinto palpitações...

Agora, enquanto outubro não chega, continuo em minha saga tolkeniana. Após reler todos os livros do mestre (alguns mais de uma vez), fui assistir (pela terceira vez esse ano) os filmes de das em seqüência.

Só que houve um diferencial dessa vez: pela primeira vez, peguei a versão estendida – cortesia da Angélica, que me emprestou os DVDs dela.

Já tinha visto algumas daquelas cenas extras, mas nunca as assisti em seqüência e foi como ver os filmes pela primeira vez de novo. As duas cenas que sempre me tinham feito falta na edição normal – Gimli embasbacado com Galadriel e a aproximação de Faramir e Eówyn – estavam lá. E aí eu chorei, ri, entrei meio em parafuso, quase babei no sofá... E claro que agora meu sonho de consumo é ter minha própria caixa especial do filme.

Vai ser meu presente de natal. Vou chamá-lo meu precioso e acalentá-lo como um bebê todas as horas de todos os dias.

Até o Natal, eu fico satisfeita com o fato de que consegui a versão estendida da TRILHA SONORA da trilogia. E aí, adivinha o que estou ouvindo agora?



A Coruja


____________________________________

 

5 comentários:

  1. Fiquei cansada só de ler tudo isso... e bem feliz que esse tantão de projetos são pra lá de legais e sempre sobra a parteboa para os leitores aqui do Coruja hehehehe
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir
  2. A trilha sonora do Senhor dos Anéis é uma das melhores.
    Melhor que ouvir, só tocando. Mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Que bom fui responsável por uma parcela de divertimento e emoções nesse momento de stress profissional kkkk... sério que teu sobrenome é esse mesmo MORRI! Sim mas que trilha é essa? eu quero, comprou, baixou... grava aí pra mim...

    ResponderExcluir
  4. Bem vinda ao time de pessoas que ocasionalmente necessitam tirar férias da própria vida! xD Ainda que eu não esteja nem perto de ficar tão ocupada como você, provavelmente... Sou uma pessoa meio vagabunda para com responsabilidades, já que aparentemente sou biologicamente incapaz de me estressar com obrigações por mais de uma hora, não importando o título =D (fala isso com tanto orgulho que parece até coisa boa...) Estou com inveja dos seus 22 livros *-* Tá certo que ainda tenho uma dúzia para ler, mas continuo com inveja. Queria comprar livros, mas estou falida -.-' Queria ir assistir você na Bienal de Recife (e ir para a Bienal), mas estou falida MESMO 'xD Teve a Super-Con, o Intercom, aniversários, compras, e agora meu dinheiro se foi por algum tempo. E eu estou sem estágio pra completar -.-'''

    De qualquer forma, aproveito para te parabenizar pelo especial de Tolkien, está ficando incrível *-* Infelizmente, sempre que eu tento assistir a versão estendida na casa da amiga que tem, não consigo ficar até o fim ç_ç Mas estou considerando reler pelo menos O Hobbit e a trilogia... Saudades da obra do Professor... -__-

    Ah, coisa curiosa, uma amiga minha, que também se chama Carol, passou por uma situação bastante similar quando nós voltamos de São Paulo há um ou dois anos... Ela só não pagou excesso de peso porque dividiu os livros entre a bagagem de mão do resto de nós xDDD Coisas pelas quais somente bibliófilos passam, eu suponho. Espero que você se divirta em Sampa, by the way, e repetindo meu mantra, eu estou lendo o blog, só nem sempre tenho tempo de comentar ;D Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Lulu!
    Como vai a correria, e o mar de processos já acabou? Terá tempo de ler os 22 livros comprados no Rio? (sorrio)
    Olha, só de ler seu post já penso em férias! (risos)
    Tenha uma excelente quarta-feira!
    Abraço do blogueiro navegante.

    Quero lhe convidar para que leia ‘Eu, o técnico em informática, e a funkeira’ no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog