5 de janeiro de 2010

Zumbis: fazendo a autópsia - Parte IV


A lista a seguir é uma tradução bastante livre e cheia de comentários pertinentes de uma parte do artigo How Zombies Work, que me serviu como uma das fontes de pesquisa para este artigo.

Uma perfeita maneira de terminar essa série no final das contas, visto que só recebi comentários assustados sobre zumbis. Sendo assim, vamos ao nosso breve guia de sobrevivência em cenários pós-apocalípticos infestados por hordas de zumbis...

Em primeiro lugar... Como sobreviver a um ataque de zumbis:

1. O conselho do Guia do Mochileiro das Galáxias é totalmente válido para ataques de zumbi, tanto quanto para viagens interplanetárias - em hipótese alguma perca a cabeça, ou seja, Não entre em pânico.

2. Na maior parte do tempo, os zumbis são mais lentos que você (tudo depende, é claro, de a qual franquia de filmes ele se remete...). Simplesmente entre numa academia e comece a entrar em forma para correr como qualquer grande maratonista.

3. Estoque comida, água, um rádio para emergências, lanternas (e, é claro, um grande suplemento de pilhas, porque você não vai querer que ela se apague quando mais precisar dela...) e armas (com munição pesada e em quantidade) em algum lugar seguro. Na verdade, se você puder se trancar num shopping ou outra loja de departamentos, é uma boa alternativa também. Não chega a ter estoque ilimitado, mas certamente você terá mais facilidades à mão.

4. Evite áreas densamente populadas, onde a infestação será maior. Prefira lugares ermos, onde, quando você gritar, ninguém vai te ouvir. Assim, não irrita os vizinhos...

5. Faça uma barricada em todas as entradas e saídas (inclusive as de esgoto).

6. Em hipótese alguma se permita ser acuado, cercado ou variantes.

7. Lembre-se que qualquer um mordido ou morto por zumbis se torna de imediato uma ameaça.

8. Prepara-se para ter paciência e esperar até o final do filme, antes que algum socorro chegue (se chegar)

E, claro, se você estiver lidando com zumbis resultados de encantamentos vudu ou coisa do tipo, faça-o comer sal. De acordo com o folclore haitiano, isso fará com que ele recupere a consciência de si mesmo.

Acredito que o sal também sirva de alguma coisa no caso de se estar lidando com zumbis criados por ira divina/planos demoníacos, uma vez que o sal é considerado desde tempos imemoriais como um agente purificador (e pode realmente ser utilizado em exorcismos).

Claro que aí fica a seu critério como exatamente alimentar um zumbi canibal com sal. Talvez se você jogar na sua cabeça? Com um pouco de tempero?

Se você preferir matar zumbis em vez de convertê-los, lembre-se sempre de mirar na cabeça. Estourar os (poucos) miolos da criatura ou decepá-la é a única maneira de lhes infligir dano.

Agora, vamos à lista dos Erros que você nunca deve cometer se quiser sobreviver a um ataque zumbi:

1. Considerando que você provavelmente não sabe fazer ligação direta (porque um conhecimento útil como esse não é ensinado na escola), em hipótese alguma tente se abrigar em um carro que você não possua as chaves.

É uma idéia realmente idiota e você não deve fazê-la a não ser que se sinta particularmente suicida.

2. Apesar da baixa inteligência dos zumbis, não deixe nenhum tipo de arma básica à vista dos zumbis. Eles são sempre determinados o suficiente para te atacar e, ainda que não compreendam mecanismos de pistolas e coisas do tipo, eles são inteiramente capazes de arremessar objetos contra você com perfeita precisão. Incluindo facas... e barris.

Odeio aqueles barris...

3. Dar sua arma para uma pessoa histérica (é o equivalente a atirar no próprio pé).

4. Barricar-se num abrigo sem os suplementos necessários à sobrevivência (básica estratégia de guerra realmente... ou nunca ouviu falar dos cercos a castelos, na tentativa de matar de fome os inimigos?).

5. Entrar em um elevador num prédio infestado de zumbis (especialmente se for um daqueles modelos que tocam musiquinha irritante). Na verdade, entrar num prédio infestado de zumbis, sob qualquer hipótese, é burrice.

6. Permitir que sentimentos pessoais se interponham entre você e o zumbi que tem a cara do seu filho/pai/namorado/companheiro ou qualquer variante do tipo.

E, se depois de tudo isso, você estiver a fim de continuar a ler sobre zumbis e acabar se tornando um PhD no assunto... eu recomendo uma visita à Zombie Research Society.

Hum... e você achava que já tinha visto de tudo, hein? Eu ainda não consegui chegar a uma decisão se essa turma é ou não para ser levada a sério.

Não, eu não me associei...

Muito bem... Por hoje é só, pessoal. Espero que tenham se divertido. Qual será a próxima criatura mitológica que deverei destrinchar por aqui?



A Coruja


____________________________________

 

4 comentários:

  1. Ótima série, Lulu, as always!...

    Eu voto nas múmias... também adoro múmias XD

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Hahahahaha essa última parte foi a melhor! E realmente útil! Agora está tudo certo...Que venham os zumbis!

    ResponderExcluir
  3. Esqueceu de uma dica importante.
    NUNCA, EM HIPÓTESE NENHUMA, ANDAR NUM VEÍCULO EM MOVIMENTO COM ALGUÉM QUE SEGURA UMA SERRA ELÉTRICA OU SEMELHANTE.

    ResponderExcluir
  4. Diego lembrou de uma ótima dica, realmente... Muito importante evitar passageiros com objetos cortantes enquanto se dirige à 200 por hora, tentando escapar de uma horda de zumbis.

    Múmias, múmias... o que falarei sobre múmias? Farei aqui um mini-curso sobre cultura egípcia?

    Cara, às vezes eu me assusto comigo mesma...

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog