21 de maio de 2014

The Great (Owl) Game - Terceira Rodada


Então que começamos hoje a terceira e última fase do nosso jogo desse ano. Quem será que vai ser o grande vencedor?

Vamos ver, vamos ver...

Primeiro e antes de mais nada, comecemos das respostas da rodada passada!

De que rei Henry Bolingbroke usurpa o trono?
Ricardo II.

Em quais Dramas Históricos aparece Falstaff?
Falstaff aparece em dois dos Dramas Históricos de Shakespeare: Henrique IV Parte I e Henrique IV Parte II e é citado rapidamente em Henrique V. Ele também é personagem de As Alegres Matronas de Windsor, só que essa peça não é um drama histórico, mas uma comédia.

Quem colocou as matronas vai levar só meio ponto, porque a pergunta é bem específica acerca de Dramas Históricos. Sim, era uma pegadinha. XD

Quem mata Ricardo III?
O Conde de Richmond, Henry Tudor, que depois se tornaria Henrique VII.

Quem é a mãe do rei João em “Vida e Morte do Rei João”?
A Rainha Eleanor da Aquitânia.

De que peças se compõem a famosa tetralogia de Dramas Históricos escritos por Shakespeare?
No caso de Shakespeare, há duas tetralogias, mas a maior delas e mais lembrada pelos críticos, conhecida como a “Henriad” – que foi inclusive transformada recentemente em série pela BBC (The Hollow Crown) – começa com Ricardo II, que termina a história assassinado por Henry Bolingbroke, que então assume o trono como Henrique IV, e aí temos as duas partes de Henrique IV, que por sua vez é sucedido por seu filho, o príncipe Hal, que se transformará em Henrique V.

A ordem então é Ricardo IIHenrique IV Parte IHenrique IV Parte IIHenrique V, e além do tema da sucessão, outra questão que se repete nessa série é a Guerra dos Cem Anos.

A segunda tetralogia considerada pelos críticos foi escrita primeiro, mas geralmente é considerada secundária e não tão famosa quanto a Henriad: É Henrique VI Partes I, II e III fechando com Ricardo III.

Vocês saíram trocando Henrique IV com Henrique VI ou juntaram tudo sem se dar conta de que uma tetralogia supõe quatro peças, não cinco títulos em oito partes... Para quem não acertou a ordem ou trocou os Henriques, eu acabei dando meio ponto para não passar em branco...

Onde estava Hamlet estudando antes de retornar à Dinamarca?
Em Wittenberg (que, aliás, também se diz ter sido lar de outro famoso personagem literário: o Doutor Fausto).

O que o Adivinho diz a César na peça “Júlio César”?
Essa é, provavelmente, a mais famosa citação da peça – e até hoje é usada como uma espécie de conselho proverbial: “Beware the Ides of March”, ou, em português, ‘cuidado com idos de março’.

Quem Macbeth vê sentado em sua cadeira durante o Banquete?
O Fantasma de Banquo.

Quem primeiro convence Romeu a comparecer ao Baile dos Capuleto?
Muita gente acha que foi Mercutio quem empurrou Romeu para o Baile dos Capuleto, com seu famoso discurso da Rainha Mab... mas bem antes disso, pelo final da Cena II, Ato I de Romeu e Julieta, é Benvólio, o primo de Romeu quem primeiro dá a idéia, convencendo Romeu a ir comparar sua Rosalina a outras beldades:

BENVÓLIO: Na festa da família Capuleto
Vai cear Rosalina, o seu amor,
Junto com outras belas de Verona.
Vá até lá, e com olhar isento
Olhe outros rostos; juro, sem rodeio –
Que farão de seu cisne um pato feio.


Mercutio só vem aparecer na peça duas cenas depois, quando eles já estão a caminho da festa.

Qual o epíteto constantemente aplicado a Iago durante a peça “Otelo”?
De uma forma horrivelmente irônica, Iago é constantemente chamado de ‘honesto Iago’. Para além das muitas vezes em que Otelo ou outro personagem (ou o próprio Iago) falam sobre sua honestidade, eu contei pelo menos umas cinco vezes em que o nome do homem é prenunciado ou logo seguido do epíteto ‘honesto’.

Para chorar de rir, não?

Por que a flor que Oberon busca para fazer sua poção do amor é especial em “Sonho de Uma Noite de Verão”?
Porque ela for acertada por uma das flechas de cupido quando este tentava atingir uma ‘vestal que vive no Ocidente’ e ‘imperial donzela’ – nada menos que uma piscada de olho para a própria Elizabeth. A flor acaba mudando de cor por conta da flechada e ganha propriedades mágicas necessárias para a poção de Oberon.

Como Claudio corteja Hero em “Muito Barulho por Nada”?
Como Claudio é um inútil e um babaca (na minha opinião), ele não a corteja – em vez disso deixa que Dom Pedro cascateie a moça em seu lugar.

Quem usa meias amarelas em “Noite de Reis”?
É o Malvólio, pobre homem...

Quem chega atrasado ao casamento de Catarina e Petruchio em “A Megera Domada”?
Esse é um casamento em que se invertem os clichês: o noivo, Petruchio, é quem chega atrasado.

Quem realmente é Prospero, o mago de “A Tempestade”?
O Duque de Milão.

Há várias referências nas peças de Shakespeare a eventos históricos reais de sua época. Você saberia citar alguns?
Então, a pergunta aqui também é bastante específica: se trata de referências a eventos históricos da época de Shakespeare, ou seja, que aconteceram EM SEU TEMPO DE VIDA.

Por exemplo, o discurso de Titania em Sonho de Uma Noite de Verão sobre como sua querela com Oberon tem influenciado o mundo natural é uma referência clara e direta às péssimas colheitas entre 1594 e 1596 - mesma época em que o bardo escreveu a peça.

Os problemas de sucessão que aparecem em uma série de peças são uma referência aos problemas muito reais da sucessão de Elizabeth. A falta de herdeiros da rainha gerou várias crises e não é à toa que Shakespeare repete tanto esse tema em suas histórias.

Coriolanus começa falando da escassez de grãos e se centra no conflito com os tribunos da plebe, o que é uma piscadela à revolta que eclodiu na Inglaterra em 1607 e aos problemas de Jaime I com a crescente ascendência da Câmara dos Comuns no Parlamento.

Macbeth inteiro soa com alusões à Conspiração da Pólvora em 1605. A corrupção na formação do exército em Henrique V está de acordo com o que aconteceu na guerra com a Irlanda em 1599, quando oficiais enchiam a folha de nomes para soldados imaginários a fim de embolsar o dinheiro da equipagem dos mesmos.

E por aí afora vai... se eu continuar, não acabo hoje...

Quem era o maior rival de Shakespeare?
Christopher Marlowe. Os dois nasceram no mesmo ano e quando Shakespeare começou como dramaturgo, Marlowe estava em seu auge – a princípio, se percebe muito de influência de Marlowe sobre Shakespeare, mas com o tempo eles se colocaram como rivais nos palcos elizabetanos. Muito se fala que essa rivalidade não seria apenas profissional, mas também pessoal, especialmente pela referência ao ‘poeta rival’ nos sonetos.

Quantas imagens (retratos, bustos) de Shakespeare existem?
Há um sem número de retratos de Shakespeare, mas aceitos como retratos verdadeiros de como ele se parecia, são dois: a gravura que aparece na capa do Primeiro Fólio e o busto que adorna seu memorial em Stratford. Ambos são póstumos.

As várias outras representações de Shakespeare são questionadas, há gente que aceite o retrato Cobb de 1610 como legítimo, bem como o retrato Chandos que teria sido pintado nos primeiros anos de 1600.

Quando e como aconteceu o incêndio que fechou o Globe pela primeira vez?
Em 29 de junho de 1613, durante uma encenação de Henrique VIII, uma fagulha de um canhão teatral saltou sobre o telhado de palha do prédio, acabando com o teatro.

O que Shakespeare e Star Trek têm em comum?
Há uma série de citações, títulos e episódios inteiros que fazem referência a peças do bardo. O capitão Jean-Luc Picard tem uma cópia das “Obras Completas de Shakespeare”. Inclusive, há duas peças de Shakespeare – Hamlet e Muito Barulho por Nada – que foram traduzidas para o idioma klingon.

Quando eu descobri isso, fiquei me perguntando se eu talvez conseguiria encontrar Shakespeare traduzido para o sindarin...

Para quem estiver curioso, há uma lista com muitas das referências mais óbvias nesse link.

Ok, então... depois de responder todas essas perguntas... vamos ao placar dessa semana (na ordem de resposta) já somado os pontos com os da primeira rodada!


E agora, ao sorteio. Rufem os tambores, senhores e senhoras!


Opa! Parabéns, Régis! Você ganhou o kit dessa rodada! Mandarei email daqui a pouco pra ti para poder enviar seu presente.

E, finalmente... vamos à terceira e última rodada do nosso jogo! Primeiro, o prêmio! Dessa feita, são três marcadores de imã, mais dois postais e três buttons trazidos do Globe.


Essa semana vocês têm expressões idiomáticas/provérbios criados ou utilizados por Shakespeare em sua obra. Sua tarefa é indicar de onde foi retirada cada expressão, se possível com a citação da frase no texto original e que personagem a falou.

Por exemplo, quando dizemos 'Cortem-lhe a Cabeça', não estamos parafraseando apenas a Rainha de Copas em Alice no País das Maravilhas, pois essa expressão já aparecia bem antes no Ato III, Cena IV de Ricardo III e é uma frase dita pelo próprio Ricardo: "Se? Tu, protetor dessa maldita meretriz, falas-me em "ses"! Traidor és tu. Fora com a tua cabeça!".

O primeiro a responder todas as questões de forma correta recebe um ponto de bônus; para concorrer no sorteio é necessário responder ao mínimo de três questões e o resultado final do sorteio e do grande prêmio será publicado na próxima quarta-feira, dia 28 de maio.

Boa sorte!

Clique Aqui para Responder ao Desafio dessa Semana!


A Coruja


____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog