1 de novembro de 2010

Meme Literário: Dia 01 – um livro que te surpreendeu completamente




Dei tratos à bola para chegar a uma conclusão sobre um livro que tivesse me pego de surpresa – primeiro porque hoje em dia quase tudo em que boto a mão é “mais do mesmo”, segundo porque eu geralmente compro um livro depois de já ter pesquisado (e lido spoilers) sobre eles.


Os 13 Porquês, de Jay Asher foi indicação de uma amiga, a Stephanie, e demorei um pouco até lê-lo... Mas, quando o fiz, foi como levar um soco no estômago.

A história começa com Clay, o personagem principal, recebendo um caixa de sapatos com sete fitas cassetes numeradas de 1 a 13. Ao colocar a primeira fita para rodar, ele descobre que a pessoa falando em seu ouvido é Hannah Baker, uma garota que se suicidou duas semanas antes.

Hannah deixou nessas fitas os treze motivos que a levaram a se matar, contando histórias interligadas que foram escalando como uma bola de neve para levar à decisão final. Como um aparentemente inocente boato começou tudo. E foi rolando, rolando, montanha abaixo, até terminar numa tragédia.

As fitas devem ser mandadas para as pessoas que são citadas em cada um dos "porquês". Clay é apenas um numa cadeia de eventos. Antes dele, outros já ouviram as fitas. Outros souberam sobre Tyler, sobre Bryce. Sobre Jenny e Zack e Ryan... Sobre todos os nomes de uma lista - sobre como decisões tomadas têm conseqüências mais para frente, sobre como o que você faz é capaz de afetar a vida de outra pessoa.

E o que é pior, o sal sobre a ferida é... a história é familiar. É inteiramente possível. Não há nada de absurdamente fantasioso na narrativa do Asher. Há situações ali com que eu mesma me identifiquei dos meus tempos do colégio. Ecos de histórias de amigos meus. Os 13 Porquês é um soco no estômago porque, ainda que seja uma obra ficcional, poderia ser uma história real.

Algumas pessoas podem pensar que os motivos que levaram Hannah a se matar foram superficiais. Que ela deixou que aquelas coisas acontecessem com ela. Que ela poderia ter impedido, lutado, buscado ajuda. Mas, hei, é bem fácil dizer isso quando não é você que está naquele lugar. Vivendo aquilo.

Ultimamente tem havido uma grande discussão na sociedade sobre o bullying. É um começo. Mas apenas um começo. Assim é que esse livro me surpreendeu pela forma sem eufemismos com que tratou do assunto. Recomendado.


____________________________


E aproveitando o ensejo já que estamos por aqui, não deixem de participar da pesquisa de opinião para o balanço de final de ano de D. Lulu!





A Coruja


Arquivado em

____________________________________

 

12 comentários:

  1. Adoreeeei a sinopse desse livro, não conhecia, mas já me interessei. E a capa, muito legal!!!
    Estou adorando esse memê.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Tu já tinha comentado sobre esse livro no Clube do Livro, mas não tinha prendido minha atenção. Bem, isso foi antes. =P

    ResponderExcluir
  3. não conhecia esse livro, parece realmente bom! colocando na minha lista!! =)

    ResponderExcluir
  4. Uau!!!
    Esse livro parece mesmo muito bom!!! Vai entrar pra minha lista de futuras leituras.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Você não cansa de ser cruel?
    Me deixou com vontade de ler esse livro logo numa época q estou sem dinheiro '-'

    Seja um pouquinho mais cruel e indique outros, esse tipo de crueldade é boa.

    ResponderExcluir
  6. Caraca! Esse livro parece sersimplesmente o máximo! Além da capa ser muito linda, o assunto tratado é totalmente envolvente. Adorei! Vai entrar para minha pilha de "quero ler".

    --> Veja o que eu escolhi para o Meme Literário: http://joaninhaplatinada.blogspot.com/2010/11/meme-01-livro-que-surpreendeu.html

    ResponderExcluir
  7. Oi, eu estou participando do Meme também, não conheço esse livro mas seu post me instigou e coloquei na lista de livros pra ler.
    Amanha eu volto
    =)

    ResponderExcluir
  8. Lulu, Os 13 Porquês está na minha lista de vou ler lá no Skoob há um tempão, só falta dinheiro pra comprar... rsrsrsrsrsrs É bom ler um resenha positiva dele. :) A vontade só aumentou. :)

    Smacks pra ti!

    ResponderExcluir
  9. Uau!(2)

    Fiquei super curiosa pra ler o livro; tudo o que fazemos tem consequências, mas pensar que algo que fizemos ou dissemos levou alguém a se matar deve ser muito chocante, pra dizer o mínimo... haja culpa!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Achei o livro interessantissimo, espero que uma hora dessas eu tenha a oportunidade de le-lo. Nossa fiquei curiosissima...belas palavras...beijokas elis!!

    ResponderExcluir
  11. Báh eu já tinha me apaixonado por esta capa, mas agora lendo tua resenha fiquei louca para ler este livro, com certeza vai para fila de leituras.
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir
  12. Li este livro há algum tempo, na verdade não cheguei a me surpreender, mas gostei da maneira crua e sem suavizações com que o assunto foi abordado.

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog