18 de setembro de 2010

Faça o seu próprio Cthulhu! (mas não cole os dedos como eu...)

Fui deixada ao deus dará esse fim de semana - meus pais foram para Gravatá, meu irmão foi para o plantão e eu fiquei em casa curtindo minha gripe, me embebedando de suco de uva e de uma forma geral ficando com as pernas para cima.

Claro que como eu sou como bombril - mil e uma utilidades - consegui fazer muitas coisas interessantes de ontem para hoje.
Terminei de ler As cidades invisíveis de Ítalo Calvino (e já estou planejando uma releitura, dessa vez sem ordem, pulando direto para minhas cidades favoritas), avancei por metade da série dos Arquivos Dresden (muito bom por sinal, comentarei quando escrever a resenha do segundo livro) e colei todos os meus dedos e talvez alguma coisa do sofá enquanto fazia um Cthulhu para mim.

Estava com essa do Cthulhu desde o meio da semana, na empolgação de descobrir que vão relançar Nas montanhas da loucura em português. Lovecraft estava merecendo uma nova (e boa) tradução - na verdade, esse deve ser o primeiro livro do Lovecraft que lerei em português e não no original...

Então, o caso é estava procurando imagens do Cthulhu para tentar minha mão num bordado (porque tenho idéias bizarras e provavelmente vou acabar é amputando um dedo com a agulha, mas, hei, ninguém diz que eu não tentei, né?) quando encontrei isso aqui:




O site é em francês, mas é bem tranqüilo de entender e tem como fazer a montagem passo-a-passo... não que eu tenha olhado a montagem passo-a-passo; em vez disso fiquei apanhando, colando os dedos, tentando descobrir em que buraco eu enfiava o quê e assistindo Harry Dresden sendo jogado em paredes.

Encontrei também os modelos de youkais. Nem preciso dizer que eles são os próximos da minha lista, não? Muiiiiito legal esses coisinhas de montar em papel... Ótimo para passar o tempo. E melhor ainda para colocar na estante.

Então, vamos lá, eu imprimi o modelo, aí cortei tudo bonitinho... e comecei a dobrar nos lugares indicados e colar os dedos. Não, sério, eu acho que tinha mais cola nos meus dedos que no papel a certa altura...



Mas eis o resultado final:




O mais divertido é que o Cthulhu vem com seu próprio cultista (huahuahuahua...)

O que acharam? Eu amei o blog desse cara e os monstrinhos de papel dele. Novo hobby para Lulu. Agora, façam também os seus próprios Cthulhu e depois me mandem para eu ver! E sorte com a cola!



A Coruja


____________________________________

 

2 comentários:

  1. Ow meu deusu, que coisa cabeçudinha! Dá vontade de meter um chutão! =D

    Talvez eu tente fazer um também. Tentarei não colar meus dedos o/

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog