sábado, 3 de julho de 2010

Desafio Literário 2010 - Janeiro: Romance de Banca



Dez Coisas Que Você Deveria Saber Sobre Este Livro

1. Sebastian Grey é um tratante diabolicamente belo com um segredo.

2. A família de Annabel Winslow a elegeu "A Winslow Mais Provável de Dizer O Que Pensa" E "A Winslow Mais Provável de Cair No Sono Na Igreja".

3. O tio de Sebastian é o Conde de Newbury, e se ele morrer sem gerar um herdeiro, Sebastian herda tudo.

4. Lorde Newbury detesta Sebastian e não vai parar por nada para impedir que isto aconteça.

5. Lorde Newbury decidiu que Annabel é a resposta para todos os seus problemas.

6. Annabel não quer se casar com Lorde Newbury, especialmente quando ela descobre que ele já tentou seduzir sua avó.

7. é chocante, 8. é delicioso, 9. é absolutamente malicioso, todos os quais conduzem o caminho para o

10. Felizes. Para. Sempre.


Eu estava esperando esse livro chegar há tempos para fazer essa resenha - a última que estava em falta no Desafio Literário (uma vez que comecei minha participação em abril). Afinal, se era para ler um romance de banca, ao menos que fosse um pelo qual eu estava esperando há meses, escrito pela salve, salve, Julia Quinn.

Já escrevi anteriormente sobre como a Quinn é uma das minhas autoras favoritas. Ela não apenas escreve muito bem, como tem um jeito fantástico com diálogos - afiados e inesquecíveis.

Aliás, uma observação rápida aqui... eu andei dando uma olhada em algumas traduções que existem pela net da Quinn e, cara... elas não são muito boas; fazem perder metade da graça do texto e cortam um monte de falas. Assim, se estiverem realmente interessados, eu recomendo que tentem ler em inglês mesmo.

Em todo caso... eu confesso que já li todos os livros da Quinn (todos, absolutamente todos, incluindo os contos nas antologias) e tenho até uma lista de cenas favoritas, minha Top Ten Julia Quinn. Eu não duvido também que a Saraiva mantenha um estoque de The Viscount Who Loved me para ser despachado quando faço o pedido - eu já encomendei esse mesmo livro pelo menos umas seis vezes para poder dar de presente (e assim obrigar o povo a ler para poder comentar comigo depois XD).

Em todo caso... quando eu fiz minha lista do Desafio, Ten Things I Love About You estava previsto para ser lançado em maio. Anotei o livro na minha listinha; fiz a encomenda na pré-venda e me dispus a esperar, enquanto amontoava teorias sobre teorias - especialmente depois de saber que o protagonista deste livro seria Sebastian Grey.

Minhas teorias têm a ver com uma determinada cena no livro anterior da Quinn, o What Happens in London, em que Sebastian aparece pela primeira vez, sendo primo do protagonista, Harry Valentine. Gostaria de acrescentar que... EU ACERTEI EM CHEIO!!!! EU SABIA, EU SABIA, EU SABIA!!!!

Ok, algumas coisas que não-iniciados na Julia Quinn precisam saber... todos os livros dela se passam na Inglaterra da época regencial e os personagens muitas vezes se cruzam e intercruzam em seus livros, embora não seja necessário você ler todos para entender um único volume.

O negócio é que... Sebastian (nosso herói) é primo de Harry (herói do livro anterior), que se casou com Olivia, que é irmã do Visconde Turner e melhor amiga de Miranda Cheever, protagonistas, por sua vez, de The Secret Diaries of Miss Miranda Cheever. A julgar pelo histórico da Quinn, o próximo livro talvez seja do Edward, irmã do Harry e primo do Sebastian, com Louisa, a prima da Annabel.

À história! Annabel - nossa heroína - está para ser pedida em casamento por Lorde Newbury (que, em seus bons tempos de juventude, cortejou a avó da moça). O Conde perdeu a esposa e o filho, ficando assim sem um herdeiro e desde então, está atrás de uma esposa que possa engravidar o mais rápido possível, de modo que ele tenha um novo herdeiro e sua fortuna e título não passem a seu sobrinho.

O sobrinho de Lorde Newbury seria... Sebastian.

As últimas tentativas do conde foram frustradas - a primeira potencial noiva faleceu antes do casamento; outra fugiu com um criado, a terceira estava grávida. Quando ele põe os olhos em Annabel, que tem uma figura por assim dizer... bastante voluptosa (de acordo com as histórias que circulam pela sociedade, ela é tão fértil que onde ela pisa tudo fica verde e passarinhos caaaaaaaantaaaammmm), o conde já está meio que desesperado.

Na verdade, no meio de um baile, ele meio que arrasta a moça para um canto escuro e tenta agarrá-la. Tisc, tisc...

Após escapar das mãos bobas de Lorde Newbury, Annabel acaba encontrando Sebastian no jardim (ele acaba de terminar um... encontro assim meio ilícito) e sem que qualquer dos dois conheça a identidade do outro, eles acabam simpatizando um com o outro, estabelecendo uma espécie de... bem acho que podemos chamar de amizade.

Daí por diante continuamos com uma série de mal-entendidos, primas casamenteiras que adoram se intrometer na sua vida e avós de moral duvidosa que bebem copiosas quantidades de álcool antes do café da manhã - de mais a mais, um elenco que te faz rolar de rir.

Li o livro inteiro de uma única sentada, avançando pela madrugada - e quando terminei, eu tinha um sorriso cretino estampado no rosto - sorriso este que me acompanhou pelas mais de trezentas páginas.

Agora... esperar o próximo livro da Quinn... enquanto isso... acho que vou ali reler este e rir mais um pouco sozinha...

Nota: 5
(de 1 a 5, sendo: 1 – Péssimo; 2 – Ruim; 3 – Regular; 4 – Bom; 5 – Excelente)

Ficha Bibliográfica

Título: Ten Things I Love About You
Autor: Julia Quinn
Editora: Avon
Ano: 2010
Número de páginas: 384


A Coruja

4 comentários:

  1. Hmmmmmm... ADORO livros que nos causam sorrisos cretinos... The Viscount fez isso comigo; será que é algo como um Efeito Quinn?

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  2. Cara, eu adorei o efeito Quinn, Régis. Huahuahuahuahua... XD

    ResponderExcluir
  3. Menina, percebendo o seu entusiasmo com o livro, fui imediatamente contagiada. Acho que vou me dar com essa leitura. Dica anotada!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Ah, sua resenha já está inclusa no desafio literário de janeiro.

    Beijocas

    ResponderExcluir