7 de agosto de 2009

Testes de personalidade


Fiz, já há algum tempo, um teste de personalidade num site que analisa nossas respostas de acordo com conceitos de Jung (vejam o quadradinho em inglês na coluna ao lado, aquela coisinha laranja e azul que tem um monte de percentagens).

Eu confesso que não colocava lá muita fé no teste. Na verdade, eu não coloco muita fé em nenhum desses ‘quis’ de internet, mas eles são geralmente divertidos, então, fui lá fazer.


Fiquei surpresa, contudo, com meus resultados e como a descrição colocada no site batia, em muitos pontos, com que o eu conheço de mim... De acordo com meu teste de personalidade, sou “O Sonhador” na tabela de Jung. Minha mãe, certamente, não discorda de Jung...

Introvertida, intuitiva, sentimental e perceptiva, meu temperamento é de um visionário (hã?). Em outras palavras:

INFPs [sigla para as quarto características citadas no parágrafo anterior] são indivíduos introspectivos, privados, criativos e extremamente idealistas que têm um constante desejo de estarem em um caminho significativo. Eles são dirigidos por seus valores e procuram paz. Empáticos e compassivos, eles querem ajudar os outros e a humanidade como um todo. INFPs são imaginativos, artistas e geralmente possuem um talento para a linguagem e escrita. Eles ainda podem ser descritos como descontraídos, altruístas, guardados, adaptáveis, pacientes e leais.

(…)

Altamente criativo, artístico e espiritual, eles podem produzir maravilhosas obras de arte, música e literatura. INFPs são artistas naturais. Eles acharão grande satisfação se encorajarem e desenvolverem suas habilidades artísticas. Isso não significa que um INFP tem que ser um famosos escritor ou pintor para ser contente. O simples ato de “criar” será uma fonte constante de renovação e recomeço para o INFP.


Não sei se sou assim tão altruísta. Mas reconheço que sou, ainda que meio cínica na maior parte do tempo no que digo, uma idealista de coração. Foi por idealismo que fiz vestibular para jornalismo e depois foi por idealismo que optei por direito e por idealismo preferi estagiar no Ministério Público a um escritório particular de advocacia.

E sim, mais que qualquer outra coisa, eu amo o sentimento de criação. Embora eu adore receber comentários naquilo que escrevo, não escrevo necessariamente para agradar aos outros, mas pelo prazer que a escrita me evoca.

Depois disso, eu fui ver o que significava ter um temperamento visionário. Como ele é mais geral que o tipo “O Sonhador” – porque, pelo que entendi, ser um sonhador está dentro do temperamento de visionário – nem tudo bateu, mas há duas características que, não posso negar, sou eu mesma: visionários detestam conflito (e isso explica o porquê de eu querer ser uma diplomata), imaginativo, criativamente inclinado (já passamos por essas bases) e apaixonado por suas causas.

Sabe o que é engraçado? A personalidade “advogado” está entre os quatro tipos de personalidade listados dentro do temperamento visionário.

Na parte do teste de múltiplas inteligências, me saí com um resultado de 95% na habilidade verbal/lingüística... Surpreendentemente, tive 55% na parte de lógica e matemática – eu achava que ia zerar essa... mas minhas “habilidades lógicas” estão muito á frente das minhas habilidades interpessoais, o que significa, em outras palavras, que my people skills sucks. HUAHUAHUAHUA... Ok, não estou muito surpresa com isso, eu sempre fui muito melhor me comunicando através de cartas que frente a frente.

De mais a mais, foi um teste interessante, que eu recomendo. Acho que vou mostrar meus resultados para mamãe e ver o que ela diz. Bem, a parte em que se compreende que eu tenho a cabeça mais nas nuvens que os pés no chão – afinal, sou uma sonhadora, não é? – ela já sabia...

Vou indo, pessoas, arrumar a mala para viajar para Gravatá esse fim de semana. Estou de volta domingo. Até lá!


A Coruja


Arquivado em

____________________________________

 

3 comentários:

  1. Olha outra "Dreamer"! (se bem que eu já fiz e refiz milhentas vezes esse teste em diferentes alturas da vida e os resultados saíam... próximos. Mas este foi o que assentou mais).

    Se bem que eu não sou muito visionária. Mas, se até meus pais concordam com o bendito do teste, fico quietinha.

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz esse teste e deu "O Sonhador" também. E fiquei besta, bate certinho com quase tudo de mim, tanto qualidades como defeitos. A parte sobre como os INFPs valorizam a criatividade, de se realizar ao fazer algo criativo, sobre a busca por um ideal que dê valor à vida e ao mundo, sobre cultivar mundos internos...e nos defeitos também, viver no mundo da lua, o hábito de enxergar o mundo através das lentes que eu mesmo crio e que não refletem a realidade, criar expectativas demais quanto às pessoas...sou eu, cuspido e escarrado oÔ. Carl Jung: eu adoro esse velhinho.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Fico imensamente feliz que você tenha gostado do presente!! Adorei desenhá-lo! Te retratar da forma que eu a imaginava (e que, felizmente, parece ter sido a certa), colocar no desenho cada elemento que, com o tempo, conforme fui lendo seus textos, foram se destacando para mim e me mostrando um pouco da Lulu que tanto gostamos, foi muito divertido!!
    Saiba que esse desenho é extremamente pouco se comparado ao carinho e admiração que temos por você que nos alegra, comove, diverte, e até nos leva, por vezes, a parar e refletir um pouco sobre a vida, com seus textos maravilhosos.
    Um grande beijo de uma das suas maiores fãs.
    Dani.

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog