15 de setembro de 2011

Coruja Gourmet: panquecas estilo americano




A receita de hoje não é minha e não pude testá-la ainda... mas o farei em breve, ou então voltarei a Fortaleza para obrigar o Dé a fazê-las para mim.

Hehehe...

Então... setembro é meu aniversário... e o do Dé também, para quem não sabe - podem desejar parabéns para ele por aqui, eu deixo ;). Como eu ia viajar e queria deixar tudo pronto e bonitinho para toda a primeira quinzena de setembro (mais ou menos o tempo que estaria fora), pedi a ele que me mandasse uma colaboração para o Coruja Gourmet - afinal, além de um grande amigo, o Dé também é um mestre cuca!


Minha única exigência é que ele mandasse receita de alguma coisa doce, porque, como todo mundo sabe, sou uma formiga e adoro açúcar! Assim, sem mais delongas, vamos às...


Panquecas Estilo Americano


Ingredientes

* 1 ovo
* 1 e 1/2 xícaras de leite
* 1 colher de sobremesa de sal
* 2 colheres de sobremesa de açúcar
* 2 xícaras de farinha de trigo SEM fermento (pode usar com fermento, é só reduzir o fermento)
* 3 colheres de sobremesa de fermento químico (só 1, caso a farinha tenha fermento)
* 1 colher de sopa de óleo (ou manteiga derretida, caso prefira)

OBS: Medidas podem variar de acordo com gosto pessoal. =P

Modo de preparo

- Em uma tigela de bom tamanho, comece misturando o ovo, óleo, sal, açúcar e fermento. Logo depois adicionar o leite até dissolver tudo, misturando bem.

- Adicionar farinha aos poucos, misturando sempre, até engrossar. A consistência ideal é a mesma da massa para um bolo, talvez um pouco mais grossa.

- Em uma frigideira BEM QUENTE, coloque um pouco de óleo e espalhe bem, pra evitar que grude.

- Coloque IMEDIATAMENTE (pro óleo não queimar) um pouco da massa na frigideira (normalmente uso uma concha de servir pra isso) e espere que apareçam bolhas na parte de cima. Esse é o sinal de que está na hora de virar.

- Doure os dois lados por igual e sirva. Você pode usar esse passo pra fazer cena, virando a panqueca jogando pra cima, mas só recomendo fazer isso caso tenha certa pratica. Não é legal limpar panqueca do teto, acreditem.

- Polvilhe com canela (eca) a gosto. Coberturas interessantes pra essas panquecas incluem: mel, brigadeiro mole, leite condensado, geléias de frutas...

Variações da receita

Essa é provavelmente minha sobremesa mais famosa, e já criei algumas variações dela. A mais comum é colocar gotas de chocolate na panqueca antes de virar pela primeira vez (pouco antes de aparecerem as bolhas na superfície), mas isso faz com que esse lado grude mais que o normal atrapalhando mais cozinheiros iniciantes. Outra variação é misturar chocolate em pó na massa, umas duas ou três colheres de sopa. Basicamente, você pode adicionar o que der na telha na massa! =P

Conclusões

Quando o Dé disse "tudo bem, eu mando a receita, mas adianto que não tem medidas certas", eu quase caio da cadeira. Como assim não tem medidas certas? COMO ASSIM???

Eu penso em culinária como alquimia... você precisa ter as exatas dosagens de cada elemento para que a poção tenha efeito no final... e fico desesperada toda vez que me dizem 'coloque um punhado de...'. Como assim um punhado? O que é um punhado para mim pode não ser um punhado para você, oras!

Feliz de mim, porém, que ele fez um roteiro suficientemente acessível para pessoas como eu, que ficam salivando só de pensar nessas coisas, mas não possuem coordenação motora suficiente para entrar numa cozinha.

Tô indo ali fazer minhas panquecas de aniversário atrasadas ;) Até mês que vem!



A Coruja


____________________________________

 

3 comentários:

  1. Ah, eu também sou daquelas que gosta das medidas exatas. :)

    Só faltou uma foto, seu Dé! :) Agora essa panqueca com as gostas de chocolate deve ser um loosho! Vou tentar!

    Smacks pros dois!

    ResponderExcluir
  2. Eu sou o cozinheiro de "olhômetro", Lu... quando parecer que é o bastante, então basta. =P

    Bem, devido à uma dieta (emagreci mais 2kg! \o/) cortei os doces do cardápio... assim sendo, sem fotos Tha... sorry ;P

    ResponderExcluir
  3. Ai gente parece uma delicia... Ai, ai porque comer e tão bom?? Vou ver se faço aqui em casa e deixo para meu irmão lavar os pratos( maldade.).Mas alguém tem que trabalhar, nao e mesmo??

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog