22 de julho de 2009

Se Lulu fosse uma super-heroína...

Faz alguns anos que eu não tinha notícias da Belle, uma grande amiga que fiz em meus áureos tempos de Silverghost (e do jeito que eu falo, parece que isso foi há setenta anos, não três, quatro, no máximo...). Hoje de manhã, contudo, quando vim postar meus pensamentos do dia, dei de cara com um comentário dela.


Como além de saudosa, também sou xereta (hein? O que um tem a ver com o outro???), quando percebi que ela tinha deixado um link de contato (ou o blogger tinha, quem sabe?), fui atrás dele "investigar".

E foi assim que me encontrei diante do Refúgio dos Nerds, e passei a hora seguinte dando gargalhadas sozinha, vendo todas as curiosidades, bizarrices e coisas do gênero que tinham por lá.

Em algum ponto da investigação *cof,cof* encontrei um link para o site da Marvel onde eu poderia fazer minha própria super-heroína/super-herói. E este foi o resultado de tal achado:




Enquanto fazia minha heroína, algumas coisas interessantes me passaram pela cabeça. Divido-as com vocês...

1. O Batismo: como de hábito, o primeiro grande desafio é dar um nome ao danado do personagem. Desta feita, contudo, é bastante óbvio que o nome dela será Coruja. Mas só Coruja é meio sem graça, então eu a batizarei de Coruja Negra. E a vestirei toda de negro. EU SOU UM GÊNIO!

2. Motivos pelo qual sou um gênio: embora o crime ocorra em todo lugar, a qualquer hora, os heróis, especialmente os mascarados de vida dupla, costumam levar vidas aparentemente normais durante o dia e só assumirem sua outra persona durante a noite. Assim, embora vermelhos, azuis e cuecas em cima da roupa possam parecer bastante 'fashionistas', essas não são cores e estilos muito indicados para alguém que, supostamente, deveria se camuflar na escuridão da noite para poder atacar de surpresa seus adversários. Por isso, o preto.

3. Que história é essa de Código de Honra?: ao contrário do que alguns heróis parecem pensar, anunciando-se em alto e bom som tão logo fazem sua entrada triunfal (por muitas vezes, pelo teto), chamando assim a atenção dos vinte e tantos vilões e arruinando qualquer tipo de subterfúgio/estratégia/astúcia, o efeito surpresa é uma ferramenta totalmente aceitável e não fere nenhum código de honra e heroísmo, mesmo que você esteja atacando pelas costas. Seja maquiavélico, nas histórias de super-heróis, os meios (atacar o vilão de surpresa pelas costas) indubitavelmente justificam os fins (salvar o mundo/humanidade de uma hecatombe/catástrofe/extinção)

4. A quem estou enganando???: é claro que eu preferia ser a vilã! Vilões são personagens muito mais interessantes.

5. Preciso de um pouco mais de preto...

6. Por que cargas d'água as heroínas ou mocinhas ou vilãs ou qualquer personagem feminina que aparecem nessas histórias têm de ter peitões? Humpf... E nem dá para colocar o danado do sobretudo por cima... Queria que ela andasse por aí de sobretudo... e chapelão...

7. Chapéu ficou muito estranho: o cabelo fica aparecendo por cima... Que coisa... Colocarei um intercomunicador. Ou sabe-se lá o que é isso. Coruja ficará se comunicando com a base para saber o que está acontecendo pela cidade e onde sua presença é necessária.

Hum... eu ainda estou na dúvida se Black Owl é uma super-heroína ou uma vilã... Mas, quem se importa? Não é como se eu tivesse decidido escrever histórias a la Marvel agora.

Bye, bye...


A Coruja


Arquivado em

____________________________________

 

Um comentário:

  1. Olá, Silverghost! (rsrs) Foi mal te chamar assim, mas é assim que a Stephanie sempre fala de vc :)

    Aqui quem fala (hum, digia, mas ok) é o Carlos, o namonoivo dela. Muito obrigado pela citação do nosso blog! E tomei a liberdade de ser enxerido com o seu também... *como é? ah, sim: cof, cof*

    Um beijo! E obrigado mais uma vez pela citação!
    Carlos aka James

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog