12 de junho de 2015

Heróis de Papel - Capítulo 05


Capítulo 05

Meados de Julho(Ano 1)

Caro David,

Você talvez tenha razão no que diz respeito a outra pessoa responder minhas cartas anteriores. O provável é que ela verificaria o remetente e as reenviaria com um aviso de que o destinatário original não morava mais ali e, assim, se interromperia qualquer comunicação.

Você, no entanto, teve a curiosidade de ler as cartas (e não, essa não é uma crítica – sendo completamente sincero, estou aliviado que o tenha feito). De tentar conhecer o remetente delas e talhar uma resposta que ia para além da suposta obrigação de que você fala. De se oferecer para prestar um serviço que vai além de qualquer coisa que eu poderia lhe pedir. E de oferecer consolo e encorajamento.

Na minha experiência pessoal, não oferecem gentileza de forma tão pronta e sem maiores interesses. Você é, talvez, a terceira pessoa a fazê-lo por mim. As outras duas seriam minha mãe e Alice.

Perdi meu pai muito cedo e minha mãe teve de se virar em duas para conseguir sustentar a mim e a ela. Tempos de recessão não são muito gentis com ninguém, mas uma mulher sozinha com um filho para criar tem ainda mais dificuldades que o normal.

Seja como for... consegui me manter, mesmo depois que ela se foi. Nem sempre foi fácil conseguir conciliar o trabalho e os estudos, e houve muitos momentos em que me perguntei se não estava nadando contra a corrente. A perspectiva de que o exército financiaria meu ingresso na Universidade me convenceu a me voluntariar antes mesmo que começassem a chamar os reservistas para a guerra – e, se ao menos eu sobreviver aqui, poderei dizer que o resto valeu à pena.

Cordialmente,

Alex.

p.s.: tive outra licença essa semana após receber uma promoção a oficial. Lembrei de sua história sobre os postais e procurei por algum para enviar junto a essa carta. Após perguntar aqui e ali, consegui encontrar um que mostra os lustres de um famoso hotel aqui das redondezas . Ele foi destruído num bombardeio, mas parece ser uma questão de orgulho dos locais aumentar mais e mais sua importância e esplendor a cada história que contam.

É uma pena - tantos cristais e luzes deveriam criar um efeito de prismas surpreendente. Infelizmente, a imagem está em preto e branco. Da próxima vez, tentarei encontrar algo colorido.


____________________________________

 

Um comentário:

  1. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog