28 de outubro de 2012

Meme Literário: Dia 28 - 5 livros que estão na tua pilha de “vou ler”.


Dia 28 - 5 livros que estão na tua pilha de “vou ler”. (Pergunta feita no Meme de 2010. Se você participou na época, procure comparar as respostas.)

Lu: Eu tenho mais de cem livros na minha estante que estão esperando para serem lidos... Mas, ok, só cinco, né?

Incidente em Antares, do Érico Veríssimo, que consegui recentemente através de troca e que estou pensando em colocar como título final do meu “Do Gênesis ao Apocalipse”.

Cartas do Poeta sobre a Vida, que ganhei de presente de uma leitora aqui do Coruja (obrigada, Elise!), afinal, É O RILKE!

História do Cerco de Lisboa, de José Saramago, título com que estou na cabeça desde que estive em Lisboa...

Uma História dos Povos Árabes, de Albert Hourani, dentro do meu projeto de aprender um pouco mais sobre História oriental – porque a gente vive muito preso numa noção eurocêntrica da História, e acho isso muito errado.

E por fim, 103 Contos de Fadas, da Ângela Carter, porque, né, são contos de fadas...


Dé: A Hora do Vampiro (“Seu maldito!”) e Dança Macabra, de Stephen King.

Lu: Posso começar a me dirigir a você usando esse epíteto de ‘seu maldito’?

Dani: Podemos escolher um novo! XD

Dé: Peixe Grande, de Daniel Wallace. Eu comprei o livro já tem algum tempo, mas ele é um dos que estão na pilha de “vou tomar coragem pra ler em alemão.”

Lu: Estou com dois nessa linha, só que em francês...

Dé: Quem dera se fossem só dois, na minha lista...

Todos os contos de Conan, de Robert E. Howard. Por influencia de um amigo, muito fã de Conan, e também por algumas partidas de RPG na Era Hiboriana, acabei ficando com vontade de ler os contos.

A Fúria dos Reis, de George R.R. Martin. Mencionei que já estou namorando o box tem algum tempo, não foi?


Dani: A coleção de Coração de Tinta, que já tenho faz um tempo, mas ainda não li.

O Olho do Falcão, do Alex Barclay. Suspense policial no interior dos EUA. A minha cara!

Liberdade do Jonathan Franzen. Tenho ouvido maravilhas sobre esse autor.

O Livro das Coisas Perdidas, John Connolly. Indicação sua, Lu!

E O Torreão, da Jennifer Egan, de quem também tenho ouvido maravilhas.



____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog