21 de fevereiro de 2011

Presentes, presentes, presentes...

Recebi esse fim de semana um envelope da Dani, minha querida e amada desenhista, com presentes de Natal. Sem comentários sobre estarmos já em fevereiro - independente da data em que ela queira me mandar qualquer coisa que seja, pode ter certeza que solto fogos de artifício toda vez que tenho notícias da menina.


Mas, enfim... ela me mandou os originais dos desenhos que tinha feito para o Coruja... mais três lindos marcadores que ela mesma desenhou. Depois de encrencar com o scanner por uns dez minutos, consegui descobrir como a coisa funcionava e mostro agora para vocês os três lindos desenhos que a Dani fez para mim:





Confesso que meu favorito foi o último, que até batizei de "Insônia", e se tornará meu marcador de cabeceira (isso existe?)

Aproveitando o embalo, permitam-me também lhes fazer um pouco de inveja e mostrar o que o Dé fez para mim:



São dois cadernos com capas inspiradas nas obras de Jane Austen (o verde será sorteado no II Encontro Regional do JASBRA, dia 17 de abril, só para constar... Quem estiver pelo Recife... Não deixem de comparecer!), um inspirado no Corvo de Poe, outro em Moby Dick e o último tem por capa uma ilustração do Bibliotecário, personagem da série Discworld, de Terry Pratchett.

Podem babar, eu deixo...

O Dé é quem faz os cadernos; na verdade, depois de muito insistirmos com ele, finalmente ele decidiu que era uma boa coisa vendê-los. Por hora, só quem tem podido fazer pedidos é a turma do Clube do Livro, onde está inserido o... hum... catálogo de capas disponíveis.

Mas estamos agora tentando convencê-lo a tomar vergonha na cara e criar um blog para que o resto do mundo também possa usar e abusar de seus artesanatos. E, se pedirem com jeitinho, ele até faz o negócio personalizado - a Régis mesmo pediu seu caderno com uma bem específica ilustração do Senhor do Coração dela, o Snape.

Falando em Régis, ela também se deu ares de artista e olha o que eu ganhei dela:



Este é o Archie. Digam oi para ele!

Bem, ok, acho que por hoje é só. Vou indo cuidar da pilha de coisas que ainda tenho para fazer (céus, porque minhas listas nunca chegam no fim? Ah, sim, é porque eu continuo adicionando itens ad infinitum...)



A Coruja


____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog