1 de junho de 2009

Presentes de formatura

Descobri, agora que estou por me formar, que é de bom-tom dar presentes para os formandos por ocasião de tal rito de passagem. Fui informada disso por minha mãe, que se decidira a dar uma gravata para um dos meus amigos que está se formando comigo.


Tive uma discussão de dez minutos com ela sobre as outras opções existentes na lista de possíveis presentes de formatura – uma discussão muito parecida com aquela em que tentei convencê-la de que não precisava de uma sandália nova para o baile (não vou entrar em detalhes, mas o caso é que sugeri inocentemente que ninguém perceberia sob o vestido longo uma sandália baixinha; foi quase como se eu tivesse proposto que afogássemos filhotinhos no canal).

Como não posso convencer minha mãe e o resto do mundo sobre o assunto, farei apenas algumas observações sobre a praticidade dos itens de tal lista.

1) gravata: hum... é. Bem, eu também nunca vi muita graça em ganhar roupas de aniversário, é o mesmo princípio aqui. Não há nada de mais triste que ganhar roupas de presente. Mas, é, tudo bem, né? Sem grandes comentários no assunto...

2) marcador de livro (geralmente, folheado a ouro): eu fiquei meio surpresa de existir uma coisa dessas, mas encontrei um monte na loja com a mãe, a maioria com símbolos dos cursos. Bem, eu preferia ganhar um livro a um marcador de livro, mas há quem discorde, não é mesmo?

3) porta-lápis: nunca entendi a particular função de um porta-lápis. Além da óbvia, é claro. Eu tenho uns três em casa e nunca encontrou uma caneta neles quando vou procurar. Mas, tudo bem, no mínimo, serve para decoração.

4) caneta: sério, qual o problema com uma boa BIC? Não escreve tudo do mesmo jeito? Eu tenho uma coleção de canetas brinde. Dou preferência apenas as que têm ponta fina, mas, de resto, elas são excelentes.

5) peso de papel: acho que não vou comentar isso. Sério. Se eu ganhar pesos de papel de formatura, acho que vou chorar.

Acredito que há mais exemplos para essa lista, mas não continuarei a enumerá-los. Parece-me que abotoaduras também estão em ordem. Mas, como me faltam os apêndices necessários, não acho que vou ganhar abotoaduras ou gravatas. Talvez ganhe marcadores, já que todo mundo sabe que gosto de ler. Em último caso, iniciarei um novo hobby e começarei a colecionar canetas.

Que sejam de ponta fina, por favor.



A Coruja


Arquivado em

____________________________________

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre

Livros, viagens, filosofia de botequim e causos da carochinha: o Coruja em Teto de Zinco Quente foi criado para ser um depósito de ideias, opiniões, debates e resmungos sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Cadastre seu email e receba as atualizações do blog

facebook

Arquivo do blog